quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Pedidos de Oração

Pedidos de Oração


1)     Anderson P. e esposa (Bênçãos / Proteção e Salvação)
2)     Aparecida e família (Saúde e Salvação)
3)     Funcionários do Departamento de Cirurgia (Saúde / Proteção e União)

"E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.
E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas.
E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono.
E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus". (Apocalipse 8.1-4)

(Envie seus pedidos de oração para que sejam incluídos na próxima quarta-feira)
E-mail: janetejanetemaia@gmail.com

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Reportagem - Zeca Baleiro X Crentes

Zeca Baleiro afirma que crentes são “pragas do Egito” e afirma que “Deus está morto”
(Por Tiago Chagas em 15 de novembro de 2011)

O músico Zeca Baleiro, declarou em um artigo escrito para o site da Revista IstoÉ, que não acredita em Deus. “Não creio em Deus. Pelo menos não da mesma forma que um cristão ou um muçulmano. O “Deus” que me interessa é um Deus mais “filosófico” (ou mesmo “teológico”) que um Deus santíssimo. Aí está a grande questão. A filosofia é, grosso modo, a possibilidade de relativizar as coisas, e para as religiões não há relativização possível.Ou é céu ou inferno, ou pecado ou virtude, ou Deus ou diabo, bem ou mal”.
Em seu artigo, Baleiro faz uma comparação entre o crescimento dos evangélicos atualmente com a popularização do islamismo nos anos 60 e 70, e classifica esse crescimento como pragas do Egito. “Hoje também evangélicos às pencas, dispostos a carregar mais ovelhas para seu rebanho, invadem a internet como pragas no Egito para difundir seu pensamento moral totalitário em comentários nem sempre felizes ao pé de blogs e sites de notícias”. 

As críticas alcançaram também os católicos, por quem Baleiro afirma ter “apreço pelos ritos e curiosidade por vidas de santos”. O músico afirma que o Papa Bento XVI não tem carisma, e que os católicos tentam “com a Renovação Carismática a volta dos fiéis pela espetacularização da fé através da missa-show e do sermão-palestra motivacional”. 

“Com esses questionamentos acerca da fé, me indago: estarei eu sendo um fundamentalista também?”, pergunta Baleiro, para quem a melhor definição para o Deus dos cristãos e muçulmanos é a que o filósofo Nietzsche propôs: “Deus está morto”.


Meu Comentário:
Ele cita palavras de um homem que se auto-intitulou ateu e que morreu louco pensando ser Jesus Cristo. O final da vida de Nietzsche vale uma boa reflexão e acho que na realidade ele foi um fã de Jesus que, por soberba, nunca quis reconhecer.
Ass.: Janete Maia

Seu Comentário:
Se ele não acredita no Deus dos cristãos, porque se incomoda tanto com os comentários? Sua crítica demonstra que seu pensamento é intolerante, ao pregar a tolerância e o relativismo, ele se mostra intolerante e absolutista contra os cristãos.
Ass.: Pr. Almir Tavares
(Todas as tercas-feiras será publicada uma nova reportagem e o seu comentário será aceito e publicado)
E-mail: janetejanetemaia@gmail.com


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Poesia - Crê (Cruz e Sousa)


Crê
(Cruz e Sousa)

Vê como a Dor te transcendentaliza!
Mas no fundo da Dor crê nobremente.
Transfigura o teu ser na força crente
Que tudo torna belo e diviniza.

Que seja a Crença uma celeste brisa
Inflando as velas dos batéis do Oriente
Do teu Sonho supremo, onipotente,
Que nos astros do céu se cristaliza.

Tua alma e coração fiquem mais graves,
Iluminados por carinhos suaves,
Na doçura imortal sorrindo e crendo...

Oh! Crê! Toda a alma humana necessita
De uma Esfera de cânticos, bendita,
Para andar crendo e para andar gemendo!


(Todas as segundas-feiras será publicada uma nova poesia. Envie a sua)
E-mail: janetejanetemaia@gmail.com

domingo, 27 de novembro de 2011

Você Sabia? (2)

Todos os presidentes dos Estados Unidos eram Protestantes
com exceção de John Kennedy


6 - John Quincy Adams (Unitário)

7 - Andrew Jackson (Presbiteriano)

8 - Martin Van Buren (Igreja Reformada Holandesa)

9 - William Henry Harrison (Episcopal)

10 - John Tyler (Deista) (Episcopal)


Outras personalidades:


1 - Alexandre Pato (Futebolista)

2 - Heloísa Périssé (Atriz, comediante)


(Todos os domingos serão postadas 5 fotos dos ex-presidentes e de outras personalidades da mídia que se converteram)




sábado, 26 de novembro de 2011

Filme: A Ilha (The Island)



A Ilha
Ano-2005
Direção: Michael Bay

Este filme retrata uma sociedade utópica do século XXI onde os habitantes são clones totalmente controlados, criados com a finalidade de substituir órgãos e até procriar. Os personagens principais são: “Lincoln Six Echo (Ewan McGregor) e Jordan Two Delta (Scarlett Johansson).”
Notei muita semelhança com o livro de Aldous Huxley “Admirável Mundo Novo” escrito em 1932, contudo, a meu ver, o enredo principal deste filme traduz uma idéia conturbada e metafórica dos preceitos bíblicos. A Ilha é almejada como se fosse o "paraíso", entretanto não passa de uma ilusão e o controlador do complexo é, supostamente, tão poderoso quanto Deus.
A chegada de Lincoln Six Echo e Jordan Two Delta ao mundo real tem forte semelhança com Adão e Eva no paraíso, entretanto, diferente da bíblia, quem é tentado a desobedecer primeiro é o homem e não a mulher. Assim, aos poucos eles seguem experimentando as novidades, os prazeres e perigos deste mundo, movidos pelo desejo de encontrar suas réplicas originais.
Quero acreditar que o diretor Michael Bay tenha deixado uma mensagem para que se entenda que o clone criado pode ser tão imperfeito quanto o homem original, sujeito às mesmas fraquezas e à morte, mas O Criador, “Deus” é perfeito, poderoso e vive para todo o sempre.
“Porventura alcançarás os caminhos de Deus, ou chegarás à perfeição do Todo-Poderoso?” Job 11:7
(by Janete Maia)

(Todos os sábados será publicado um resumo de filme ou um vídeo da Palavra de Deus) 

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Você Sabia? (1)

Todos os presidentes dos Estados Unidos eram Protestantes
com exceção de John Kennedy

1- George Washington - (Deista) (Episcopal)

2- John Adams - (Congregationalista) (Unitário)

 3- Thomas Jefferson - (Episcopal) (Deista) (Unitário)

 4- James Madison - (Deista) (Episcopal)

 5- James Monroe - (Deista) (Episcopal)


(Todos os domingos serão postadas 5 fotos dos ex-presidentes e de outras personalidades da mídia que se converteram)



quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Hino do Cantor Cristão


Louvamos-te O Deus
(Cantor Cristão)

Louvamos- Te, ó Deus, pelo dom de Jesus,
Que por nós, pecadores, foi morto na cruz.

Aleluia! Toda a glória
Te rendemos sem fim.
Aleluia! Tua graça
Imploramos. Amém.

Louvamos- Te, ó Deus, e ao Teu Filho de amor
Que foi morto, mais vive supremo Senhor

Louvamos- Te, ó Deus, pelo Espírito, luz
Que nos tira das trevas e a Cristo conduz.

0h, vem nos encher de celeste fervor,
E fazer-nos fruir Teu afável amor.


 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Poesia - Pretérito Imperfeito


Razão para viver-1

Pr. Almir Tavares
Professor no Seminário Batista do Cariri (Crato-CE) desde 1987 , e
pastor da Igreja Batista do Novo Juazeiro (Juazeiro do Norte-CE), desde 1989.
http://pastoralmir.blogspot.com/


 

Razão para viver-2

Pr. Almir Tavares
Professor no Seminário Batista do Cariri (Crato-CE) desde 1987 , e
pastor da Igreja Batista do Novo Juazeiro (Juazeiro do Norte-CE), desde 1989.
http://pastoralmir.blogspot.com/



sábado, 19 de novembro de 2011

Poetry - Premonition

Premonition
(Janete Maia)

Then
That morning
I woke up slowly
With much effort I was opening my eyes
And I started having difficulty standing
I checked my watch: 6 hours.

I looked for someone, but was only
I walked home, there was no
The cold was intense, the sun had not
And I missed
Do not remember who
I checked my watch: 6 hours ...

Where were the sounds?
Where was the uproar?
Engines?
The barking?

The chirping?

Intrigued, I went to the gate
I saw the desolate street
Doors and windows closed
Wilted flowers on the sidewalk
I returned to the room, concerned
I checked my watch: 6 hours!

Where were the sounds?
Where were the children?
The cars?
The dogs?
Birds?
I checked my watch: 6 hours?

Frightened, I touched my body
But I do not feel
I looked at my hands
Do not recognize
I ran to the mirror
But I do not see
I saw my son crying
then I realized
I was dead
I checked my watch: 6 hours.
 
 
 

domingo, 13 de novembro de 2011

Premonição - Poesia

Premonição
(Janete Maia)


Então
Naquela manhã
Acordei vagarosamente
Com muito esforço fui abrindo meus olhos
E com dificuldade me pus de pé
Olhei o relógio: 6 horas.

Procurei por alguém, mas estava só
Percorri a casa, não havia ninguém
O frio era intenso, não tinha sol
E eu sentia saudades
Não lembrava de quem
Olhei o relógio: 6 horas...

Onde estavam os sons?
Onde estava a algazarra?
Os motores?
Os latidos?
O chilrear?

Intrigada, fui até ao portão
Vi a rua desolada
Portas e janelas fechadas
Flores murchas na calçada
Voltei à sala, preocupada
Olhei o relógio: 6 horas!

Onde estavam os sons?
Onde estavam as crianças?
Os carros?
Os cachorros?
Os pássaros?
Olhei o relógio: 6 horas?

Amedrontada, toquei o meu corpo
Mas não o senti
Olhei minhas mãos
Não as reconheci
Corri ao espelho
Mas não me vi
Vi meu filho que chorava
Então compreendi
Eu havia morrido
Olhei o relógio: 6 horas.


Sal 116:15 - Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos.

Visitantes